Biblioteca Pe. Moreau

Encontro com Mia Couto!

O Colégio Santa Maria teve a honra de receber a visita do escritor Mia Couto para conversar com os alunos do 8º e 9º ano do Fundamental! 
_A7_5892_15042019_Mia Couto é um expoente da literatura africana. Com obras publicadas em 24 países, atualmente é o escritor moçambicano mais traduzido no exterior. Premiado internacionalmente, inclusive com o Prêmio Camões (2013) e com o Neustadt Prize (2014), é membro correspondente da Academia Brasileira de Letras e apresenta uma farta produção. Seu romance “Terra sonâmbula” é considerado um dos dez melhores livros africanos do século XX.
No Santa Maria, sua obra “A menina sem palavra” é trabalhada na disciplina de Língua Portuguesa com as turmas do 8º ano do Fundamental e o encontro com o autor era aguardado ansiosamente por alunos e professores.
_A7_5938_15042019_A conversa aconteceu no auditório de forma intimista e pessoal. Mia Couto falou sobre sua infância introspectiva e como encontrou na escrita a forma de expressar seus sentimentos e seu modo de ver a vida. Contou também, um pouco sobre a história de Moçambique, a guerra pela qual o país passou e que durou 16 anos, sobre quando lutou clandestinamente pela independência do país, e sobre o recente desastre que acometeu grande parte de sua cidade natal, Beira, com a passagem do Ciclone Idai.
Quanto à sua escrita, Mia Couto falou sobre neologismo (processo de criação de palavras), lirismo e explicou que, quando inicia um conto ele não sabe o que vai acontecer, a história vai sendo escrita e ele vai se descobrindo dentro da narrativa. É um “escritor da terra”, escreve e descreve as próprias raízes do mundo, explorando a própria natureza humana na sua relação umbilical com a terra. A sua linguagem extremamente rica e muito fértil em neologismos, confere-lhe um atributo de singular percepção e interpretação da beleza interna das coisas.
A troca de experiências durante o encontro foi muito rica, tanto para os alunos quanto o para o autor, que expressou sua alegria em poder estar no Brasil e compartilhar suas histórias e conhecimentos com os brasileiros, que para ele “é um povo contador de histórias, assim como, os moçambicanos”.
Confiram abaixo as fotos do encontro e um vídeo com trechos da fala de Mia Couto:

 

 

 

Exposição 6º ano – Vozes Ancestrais

Durante o mês de abril, a Exposição “Vozes Ancestrais” foi realizada pelos alunos do 6º ano do Fundamental no espaço da Biblioteca Pe. Moreau!
Vozes ancestraisA partir da leitura do livro “Vozes Ancestrais: dez contos indígenas”, organizado por Daniel Munduruku,  uma das principais lideranças indígenas do país, os alunos iniciaram as pesquisas e reflexões acerca do tema para conduzir o trabalho que seria exposto. A obra traz dez histórias contadas por dez povos indígenas espalhados de norte a sul do Brasil. Rituais, crenças, tradições e histórias que buscam respostas para questões universais, como: o surgimento da humanidade, da água, do fogo, etc., estão presentes nessa literatura.
A ancestralidade dos povos e seu intenso contato e respeito pela mãe Terra conduziram os alunos a um processo de reflexão acerca de preconceitos construídos. Afinal, os povos indígenas não podem ser tratados como únicos, são diferentes entre si, apesar de unidos pela mesma causa: luta pela preservação identitária, cultural, e constantes ameaças às terras ocupadas.
Exposição Vozes Ancestrais2Para a mostra, os alunos ambientaram a sala de projeção da Biblioteca e receberam as turmas do 7º ano do Fundamental para uma roda de contação de histórias a partir das narrativas ancestrais dos povos: Krenak, Nambikwra, Kadiwéu, Maraguá, Umutina e Pater Suruíe, além de, apresentarem a identidade de cada um deles. Ao final, os alunos puderam observar os objetos, imagens e textos expostos na sala, enquanto imagens de um documentário sobre os povos indígenas era reproduzido na projeção. A exposição ficou aberta à visitação de alunos de todas as séries, funcionários, professores e famílias do colégio.
Apresentar e identificar os diferentes povos indígenas é de grande importância para desconstruir estereótipos e construir uma percepção diferente sobre o indígena atualgarantindo direitos e políticas específicas, e valorizando o peso da sua identidade e ancestralidade.

 

 

2º e 3º ano – Encenações nas aulas de biblioteca!

As aulas de biblioteca do 2º e 3º ano do Fundamental estão com histórias recheadas de aventura, humor e muitos ensinamento. Confiram as encenações de algum desses livros!

 

2º ano – Dona Chiquinha, a Mexeriqueira de Xique-Xique – Ruth Rocha
Quem conta um conto aumenta um ponto. Será?
LivroEsse conto da Ruth Rocha, parte do livro “O velho, o menino e o burro e outras histórias”, nos mostra as armadilhas da fofoca e como podemos difamar uma pessoa, só pelo fato de não conseguir guardar um segredo!
O conto foi encenado aos alunos e, de forma divertida, refletiu sobre a importância de conquistar a confiança das pessoas, saber guardar um segredo e preservar as amizades. Além disso, mostrou que não devemos julgar ou formar opiniões precipitadas sobre um fato do qual ouvimos falar, sem saber se é verdade ou não.
Veja o vídeo abaixo e conheça a história da Dona Chiquinha, velha mexeriqueira que não soube segurar a sua língua e acabou se envolvendo na maior confusão!

 

 

 

2º e 3º ano – Andarilhos – Marcelo Xavier
downloadO livro, por meio da metáfora dos três andarilhos, fala de sentimentos e de buscas do ser humano. Ego, Dúvida e Queixa são cães que caminham rumo à felicidade, deixando ver o que pensam de si mesmos e do mundo onde vivem. O desfecho dá ao leitor a oportunidade para refletir sobre o destino das três personagens e tentar compreender o incrível jogo da vida, tão cheio de possibilidades.
A contação foi feita de forma cômica com a participação dos 3 cachorros personagens: Ego, Dúvida e Queixa. A narrativa sobre esses andarilhos trouxe reflexões acerca da importância da determinação, do reconhecimento das próprias habilidades e, do pensamento positivo na vida do ser humano, observando principalmente a necessidade de uma boa convivência com o próximo. Uma fábula simples, mas com ensinamentos preciosos.

 

 

3º ano – O pequeno herói da Holanda – William J. Bennett
Livro das virtudesO conto, retirado do “Livro das virtudes para crianças”, relata as aventuras de um garoto esperto e corajoso! Cercada por enormes diques, a Holanda se protege das águas por estar abaixo do nível do mar. Desde criança, o povo aprende a vigiar os diques, evitando que a água ultrapasse as muralhas e possa destruir toda a cidade. Um dia, Peter descobre um pequeno buraco em um desses diques e decide que precisa fazer algo para proteger sua cidade!
A história foi narrada com a participação das crianças no papel das personagens que, ao final, puderam refletir o quanto uma simples atitude pode mudar a vida de alguém, e a importância de se cultivar sentimentos e valores, como: solidariedade, coragem, determinação e amor ao próximo.

 

 

 

5º ano – Princesas em greve!

“Nós, princesas dos reinos encantados, exigimos como categoria profissional do ‘era uma vez’ que…”

 

princesas-em-greve-13606177É com essa frase que se inicia o manifesto do livro “Princesas em greve” da escritora Thais Linhares, apresentado aos alunos do 5º ano do Fundamental nas aulas de Biblioteca! No livro, as princesas dos clássicos contos de fadas entram em greve para conquistar o direito de trabalhar em todas as profissões, direito de estudar, liberdade de escolha, respeito, ou seja, o direito de serem felizes!
Além de mostrar aos alunos a importância do conhecimento na luta por conquistas pessoais e coletivas, a narrativa apresenta as várias possibilidades de criação a partir de elementos retirados de outras histórias ao identificar e relacionar os contos maravilhosos com aspectos da vida na sociedade atual.
A história foi encenada aos alunos e, ao final, uma paródia, feita a partir da letra da música “Dancing Days”, foi cantada enfatizando a importância da leitura e para onde ela pode nos levar!
Assistam ao vídeo da encenação e juntem-se ao manifesto das “Princesas em greve”!

 

 

 

3º ano – Com vontade de pintar o mundo!

A história do artista brasileiro Candido Portinari foi trabalhada nas aulas de Biblioteca do 3º ano do Fundamental!
000343018019Candido Portinari foi um dos maiores pintores brasileiros. A história desse ilustre brasileiro é o tema do livro “Com vontade de pintar o mundo”. Aliando o simples e criativo texto de Lúcia Fidalgo às coloridíssimas ilustrações de Luiz Maia, a obra conta, de forma efetiva, didática e instigante, os aspectos mais interessantes da vida de Portinari, como a convivência em família, seus sonhos, suas viagens e o seu jeito todo especial de enxergar o mundo e de dar-lhe cores e formas, na tentativa de transformar tudo o que podia ser melhor.
Com vontade de pintar o mundoA introdução da contação foi feita ao som da música “Arco-íris” enquanto panos coloridos esvoaçavam pela sala, encantando o olhar das crianças. Após a introdução, a narrativa da história aconteceu enquanto as imagens do livro eram projetadas na parede. Ao final, foram apresentadas as principais obras de arte de Portinari, bem como, os locais onde estão expostas. A aula teve por objetivos, levar ao conhecimento das crianças, um pouco sobre a arte e a vida de um ilustre brasileiro que fez sua história, a partir do sonho de uma criança que desejava pintar o mundo, além de mostrar a importância da arte para a história e a cultura de um povo.
3º ano - Portinari22Como atividade, foi  entregue aos alunos uma folha em forma de círculo para que desenhassem o planeta dos seus sonhos. Os desenhos resultaram em uma linda exposição onde as crianças puderam expressar sua vontade de pintar o mundo!

 

 

 

 

Volta às aulas na Biblioteca!

As Aulas de Biblioteca voltaram a todo o vapor!
As turmas do 2º ao 5º ano do Fundamental foram recepcionadas em um ambiente aconchegante, com nova decoração, e iniciaram as aulas cantando a música “Era uma vez” de Kell Smith, que propiciou interação entre os alunos e mediadores da Biblioteca, além de fazê-los mergulhar no clima da contação de história!
600026_ampliadaO livro escolhido para abrir as aulas foi “A princesa que não queria aprender a ler” da autora Heloisa Pietro. A narrativa traz a história de uma princesa que se recusava a aprender a ler, e que, depois de um inesperado encontro com uma bruxa e de se ver aprisionada em uma caverna, descobre que a leitura tem o poder de libertar as pessoas através do conhecimento!
A contação teve por objetivo demostrar a importância da leitura e os inúmeros benefícios do conhecimento na vida do ser humano. A estratégia de contar a história com partes da narrativa encenadas e gravadas em vídeo encantou e divertiu a todos, fazendo com que eles se envolvessem com a história e utilizassem de sua imaginação para completar as partes não apresentadas. Ao final, foi realizada uma conversa sobre as regras de funcionamento da Biblioteca e os cuidados durante o manuseio dos livros.
As atividades na Biblioteca estão só iniciando e muitas surpresas estão por vir!

 

 

 

A última história antes de dormir!

Para encerrar o ano letivo, a equipe da Biblioteca preparou uma contação de história especial para os alunos do Pré, 1º e 2º do Fundamental!
downloadA história encenada foi retirada do livro “A última história antes de dormir” de Nicola O’Byrne, que apresenta uma divertida narrativa: “depois de um dia incrível, é preciso um desfecho à altura. A última história antes de dormir é a mais importante. Nesta aventura bem-humorada, o pequeno leitor acompanha personagens conhecidos disputando quem vai ser a última história do dia. Os Três Porquinhos, Cinderela, Chapeuzinho e o Lobo Mau ora interrompem as histórias uns dos outros ora organizam-se para viver, juntos, narrativas de aventura, amor, perigo e humor inventadas por eles mesmos”. A autora do livro brinca com personagens clássicos, subvertendo e reafirmando seus papéis no imaginário infantil.
As crianças se divertiram e interagiram durante a encenação. Além disso, tiveram a oportunidade de conhecer um conto modificado, no qual novas histórias surgem a partir de contos e personagens já conhecidos, basta usarmos de nossa imaginação e criatividade aprimoradas através da leitura!

 

 

Estatísticas do blog

  • 156.271 cliques

Clique no botão seguir e insira seu e-mail.

Junte-se a 28 outros seguidores

Follow Biblioteca Pe. Moreau on WordPress.com