Biblioteca Pe. Moreau

Início » Posts etiquetados como 'Ensino Fundamental I'

Arquivo da tag: Ensino Fundamental I

Anúncios

3º ano – Conversa com Olívio Jekupé

O escritor indígena Olívio Jekupé visitou o Colégio Santa Maria para conversar com os alunos do 3º ano do Ensino Fundamental, os quais fizeram a leitura de seu livro “Tekoa – Conhecendo uma aldeia indígena”.
TekoaO livro narra a história de um menino da cidade que escolhe passar suas férias em uma aldeia. Essa experiência faz com que o personagem, e o aluno-leitor, tenham a oportunidade de conhecer um pouco sobre nossas raízes indígenas, tão importantes na formação de nossa etnia.
Olívio Jekupé é escritor indígena do povo Guarani e mora na aldeia Krukutu, em Parelheiros. É membro do Núcleo dos Escritores e Artistas Indígenas (Nearin) e, foi um dos fundadores da Associação Guarani Nhe’en Porã. Em seus livros, aproveita a tradição oral, transcrevendo histórias de seu povo.
Os alunos ficaram curiosos por conhecer mais sobre os costumes indígenas e realizaram diversas perguntas ao autor que estava acompanhado de dois de seus filhos, Jekupé Mirim e Werá Jeguaká Mirim, que também é escritor e rapper, mais conhecido como Kunumí MC. Ao final do encontro, eles cantaram uma música indígena tradicional na casa de reza de sua aldeia.

 

 

 

Anúncios

Encantamento nas Aulas de Biblioteca!

O 1º semestre de 2018 na Biblioteca foi recheado de histórias de encantamento, aventura, humor e valores, bem como, de atividades que instigam a imaginação, a criatividade e a reflexão a cerca de assuntos importantes para a convivência em grupo!
Para este 2º semestre, a Biblioteca preparou muitas novidades! Para tanto, vamos recordar como foram nossas aulas até aqui? 

 

Jardim I e Pré – A Polegarzinha
PolegarzinhaAs turmas do Jardim I e Pré conheceram o clássico conto da Polegarzinha, escrito por Hans Christian Andersen. Uma linda aventura, porém, repleta de obstáculos, que a personagem  enfrenta com muita coragem e solidariedade que recebe dos animais que encontra durante essa jornada. A história mostra que há mais felicidade em dar do que receber!
As crianças se encantaram com a história contada através das imagens do projetor e fizeram uma atividade a partir dela. Com o Jardim I, trabalhamos a coordenação motora através da confecção de uma Polegarzinha de massinha que eles levaram para casa dentro de um copinho de flor. Já o Pré, confeccionou uma flor de dobradura e desenharam a Polegarzinha no miolo, o lar da personagem na história.

 

 

Jardim II – Pesquisa Lontras
A lontra medrosaO livro “A lontra medrosa”, de Heidi e Daniel Howarth, traz a história de um filhote de lontra que tem medo de soltar as mãos de seus pais, ele precisa enfrentar essa insegurança para crescer e conhecer coisas novas. Com esta linda história, as crianças refletiram sobre a importância de enfrentar os medos e inseguranças frente ao que é novo e desconhecido, sempre com o apoio da família.
Após a contação, os alunos foram instigados a pesquisar informações sobre as lontras. Livros ilustrados e informativos foram disponibilizados para essa atividade e as crianças amaram o desafio de procurar as lontras!

 

 

Ed. Infantil  e 1º ano – O Sítio do Picapau Amarelo
Monteiro lobatoNa Semana Monteiro Lobato, realizada em abril, todas as turmas da Educação Infantil e 1º ano EF participaram de aulas especiais sobre o autor, conheceram um pouco sobre sua biografia e ouviram histórias do Sítio do Picapau Amarelo. Parte da história foi contada com o livro e parte foi assistida em vídeo com episódios da série, dessa forma, as crianças puderam conhecer a obra literária e desenvolver a apreciação da história que antes estava no livro e agora é contada através de imagens para TV. Os alunos ficaram empolgados com as histórias e instigados a conhecer outros livros desse grande escritor brasileiro – Monteiro Lobato!

 

 

2º ano – Superligado
SuperligadoO livro “Superligado”, de Cassiana Pizaia, traz a história de Pedro, um menino que vive ligado em videogame, computador, celular, televisão, mas desligado das pessoas e do mundo à sua volta. De tanto estar em jogos eletrônicos, nem notou quando começou a perder as situações simples e importantes do dia a dia, como o jogo de bola na escola, a piada do tio, a fotografia de família. Quando percebeu, parecia ser tarde demais…
O enredo dessa história, muito pertinente com a realidade atual, trouxe uma reflexão sobre os limites quanto ao uso da tecnologia e os cuidados que devemos ter ao utilizá-la. Brincar com aparelhos tecnológicos é muito divertido, mas, brincar em grupo, com a família e os amigos, é muito melhor.
A história foi encenada e os alunos se identificaram muito. Ao final, eles puderam dar seu depoimento, compartilhar suas experiências e refletir sobre as orientações e cuidados apresentados após a história.

 

 

3º ano – Vozes da Floresta: lendas indígenas
A lenda indígena “Luz branca em céu de prata” conta, de modo muito interessante, como surgiu a lua mais linda e brilhante que já se viu. Iaci, uma índia de pele clara, muito bonita e corajosa é quem vai nos esclarecer esse lindo mistério.
Vozes da FlorestaA contação dessa história teve por objetivo, trazer ao conhecimento do aluno um pouco das lendas, a cultura, os mistérios que envolvem as descobertas e os hábitos cotidianos do povo indígena. Além disso, propiciou a reflexão sobre questões importantes como preconceito racial e inveja, fazendo com que possamos compreender que somos todos iguais, mesmo na diferença e, que os problemas que se apresentam por conta da personalidade e caráter humano estão presentes em todos os lugares, independente do meio social, no qual estejamos inseridos.
A narrativa foi acompanhada de imagens, via projetor, e música sobre a cultura indígena.

 

 

4º e 5º ano – Exercitando o ouvir com atenção
Os alunos do 4º e 5º ano EF participaram de uma narrativa diferente na biblioteca!
Com histórias distintas, porém, utilizando da mesma estratégia, os alunos ouviram a narrativa de olhos vendados, no intuito de envolvê-los e estimular a capacidade de imaginar o que se passa na história com riqueza de detalhes.
A serpente brancaPara o 4º ano, foi contada “A serpente branca”, uma história retirada do mundo maravilhoso da fantasia e que traz em seu enredo muita aventura, muita imaginação, mas também, muitos ensinamentos, mostrando aos alunos a importância de enfrentar novos desafios, buscar novos caminhos, sem, jamais desistir dos sonhos e/ou perder os valores morais e éticos.
Histórias curando históriasJá para o 5º ano, a história contada foi “Os três fios do cabelo de ouro” (livro “Histórias curando histórias”), um conto cheio de aventura, casos e causos que levarão o leitor/ouvinte a uma viagem ao mundo mágico e maravilhoso onde tudo é possível. Relacionando a história fictícia com a realidade humana, é possível perceber as diversas possibilidades de resolver conflitos, eliminar sentimentos negativos, encontrar novos caminhos e, com coragem e segurança alcançar os objetivos desejados.
A estratégia de apenas ouvir a história sem ver quem estava contando, fez com que muitos se concentraram ainda mais e conseguissem viver uma experiência diferente, imaginando cenários diversos, personagens e, até, sentindo-se dentro da própria história. Essas sensações foram relatadas pelos próprios alunos ao final da contação!

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

2º ano – A roupa nova do rei

O clássico conto de Hans Christian Andersen“A roupa nova do rei” – foi apresentado aos alunos do 2º ano do Ensino Fundamental durante as aulas de Biblioteca!
Roupa nova do reiA história mostra como um rei muito vaidoso, preocupado apenas com a aparência, acaba sendo enganado por dois falsos tecelões que o fazem passar por tolo na frente de toda sua corte. O conto trata da vaidade humana e as consequências geradas pelo seu exagero.
A contação foi feita através da encenação dos alunos enquanto a história era narrada. Com essa participação, eles puderam se colocar no lugar dos personagens e refletir sobre a importância da humildade. Além disso, ao final, a biografia de Andersen foi apresentada, bem como, sua importância para a literatura infantil universal!

 

 

Semana Mauricio de Sousa

Durante o mês de abril, a Biblioteca Pe. Moreau realizou a Semana Maurício de Sousa para as turmas do 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental!
Mauricio de SousaMaurício de Sousa, nascido em Santa Isabel, é um dos mais célebres cartunistas, o pai da Turma da Mônica. Ele iniciou sua trajetória como criador de histórias em quadrinhos no dia 18 de julho de 1959, quando seu primeiro enredo protagonizado pelo cachorrinho Bidu foi publicado em um jornal. Mônica, sua personagem mais conhecida, foi criada em 1963.  É o mais famoso e premiado autor brasileiro de história em quadrinhos e membro da Academia Paulista de Letras.
Os quadrinhos de Mauricio de Sousa têm fama internacional, tendo sido adaptados para o cinema, para a televisão e para os vídeo-games, além de terem sido licenciados para comércio em uma série de produtos com a marca dos personagens. Há inclusive um parque temático da Turma da Mônica em São Paulo.
Para o autor, é possível educar e alfabetizar por meio das histórias em quadrinhos:
“Em meus lançamentos nas livrarias, onde tenho contato direto com meus leitores, é comum algum pai dizer que seu filho aprendeu a ler com a Turma da Mônica. O lúdico sempre foi fonte de interesse da criança, e a linguagem dos quadrinhos é especial nesse caso, pois trabalha a memória visual juntamente com a de leitura. O resultado é alguém interessado em ler apesar dos programas de TV, dos videogames e outras diversões modernas que tiram o tempo de leitura. Além disso, existem diversas outras aplicações em sala de aula”.
O objetivo dessa semana especial, foi trazer ao mundo da criança as histórias desse autor que há muitas gerações encanta a todos com as aventuras da Turma da Mônica e mostrar ao aluno a importância das histórias em quadrinhos e o quanto o brasileiro Maurício de Souza representa nessa área.

 

 

 

 

4º ano – O grito do rio Tietê

Os alunos do 4º ano do Ensino Fundamental participaram de uma aula especial sobre o rio Tietê, a importância da preservação das águas e do meio ambiente.
O grito do rio Tietê“O grito do Rio Tietê”, de Amir Piedade, traz uma narrativa emocionante da história do rio Tietê, desde a nascente, em Salesópolis, até desaguar no rio Paraná. Nesse caminho, o rio, que nasce limpo, recebe o lixo e o esgoto das cidades. Fica poluído, quase sem vida. Doente, grita por socorro, e as pessoas começam a tomar consciência da necessidade de limpá-lo, para que a vida possa voltar.
Para envolver os alunos, a contação dessa história foi feita através da gravação de um áudio, em 1ª pessoa, do rio contando sua história e, enquanto a narrativa era ouvida, as reações do rio eram encenadas. Após a contação, foi exibido um vídeo com imagens do rio Tietê – onde a água é tratada, cuidada e, depois, onde é mais poluída, cortando a cidade de São Paulo.
A contação dessa história proporcionou a reflexão de questões muito importantes e decisivas para o futuro, especialmente, para as próximas gerações. Bens naturais como a água, por exemplo, é algo indispensável à vida humana, e são as pequenas atitudes erradas do cotidiano, como jogar lixo no chão e desperdiçar água, que contribuem para o mal maior que vemos todos os dias. É importante que mudemos nossa conduta, também, no sentido de questionar e cobrar das autoridades competentes, que desenvolvam projetos e ações eficazes no combate à destruição de rios, bem como, da natureza de modo geral.

 

 

3º ano – Talk show com Monteiro Lobato!

Monteiro Lobato foi um importante escritor, tradutor, editor, ativista e empresário brasileiro!
Lobato003Nascido em Taubaté, interior de São Paulo, em 18 de abril de 1882, formou-se em Direito na Faculdade do Largo São Francisco, mas abandonou a profissão. Criou a Editora Monteiro Lobato e mais tarde a Companhia Editora Nacional. Além de sua atuação na área literária, Monteiro Lobato foi um grande ativista e empresário brasileiro, implantou a Companhia Petróleos do Brasil, e graças à grande facilidade com que foram subscritas suas ações, fundou várias empresas para fazer perfuração de petróleo.
Em 1920, lançou seu primeiro livro infantil, “A menina do narizinho arrebitado”, que alcançou imenso sucesso. A partir daí, começaram a nascer as histórias do Sítio do Picapau Amarelo. Lobato criou aventuras com figuras bem brasileiras, recuperando costumes da roça e lendas do folclore nacional. Muitas vezes, usava também elementos da literatura universal, da mitologia grega, dos quadrinhos e do cinema. Escreveu ainda livros que falam de história, geografia e matemática, tornando-se pioneiro na literatura paradidática.
51542HjWhJLCom o objetivo de contextualizar o livro “Reinações de Narizinho”, que está sendo lido pelos alunos do 3º ano do Fundamental I, a biblioteca realizou uma aula especial sobre a  vida e obra de Monteiro Lobato. Em formato de talk show, Monteiro participou de uma divertida entrevista realizada por sua mais famosa e pitoresca personagem: a boneca de pano Emília!

 

 

 

 

4º ano – “Um porco vem morar aqui!”

Os alunos do 4º ano do Ensino Fundamental participaram da encenação de uma história sobre preconceito, diferenças, respeito e convivência social, onde, através de personagens animais, puderam refletir acerca de nossas atitudes humanas para com o próximo.
Um porco vem morar aquiNo livro “Um porco vem morar aqui!”, de Claudia Fries,  é narrada a história de um porco que se muda para uma nova vizinhança.  Seus vizinhos, receosos por terem a presença desse animal rotulado como sujo e bagunceiro, vão visitá-lo para reclamar e, qual não é a surpresa, quando chegam à sua casa e descobrem o quanto tinham se enganado!
Esta visão humorística faz uma reflexão acerca de alguns comportamentos que levam ao preconceito, prejulgamento, fofocas, exclusão, discórdia e, principalmente, ao desperdício de uma boa oportunidade de convivência harmoniosa e feliz, respeitando o ambiente coletivo e o espaço de cada um.